Arquivo do mês: março 2011

Chinês pra todo lado!!!

Buteco São Jorge!!!

Provérbios Provisórios 9

Homenagem a um apaixonado pela vida!!!!

Cidade Maravilhosa

Provérbios Provisórios 8

José Saramago, agora um sonho.

Um sonho

Por José Saramago

Nunca vi a pessoa em questão, nunca lhe falei, não tem nem teve jamais lugar no círculo dos meus interesses, quer imediatos quer distantes, e para que tudo fique dito em meia dúzia de palavras, considerando os anos que no passado levei ouvindo ou lendo este nome, nem sequer sei se está vivo. Refiro-me a um editor português, Domingos Barreira, que na noite passada veio visitar-me no meu sono. Aliás, não cheguei a vê-lo e, se o visse, não saberia que cara lhe haveria de pôr. O que ele fez foi enviar-me uma secretária com o recado de que gostaria de encontrar-se comigo para conversarmos sobre coisas passadas. Que coisas passadas fossem elas, ainda estou para sabê-lo, porque, apesar do encontro ter ficado aprazado para o próximo fim-de-semana, não se falou de local. E, como se isso fosse pouco, acordei, e, quando acordei, a secretária não estava ali.

Agora, que venham os doutores da academia explicar-me este sonho sem causa aparente nem motivo que se perceba. Salvo se se quiser aceitar uma ideia minha, antes lhe chamaria convicção, a de que a doença que há um ano e tal esteve a ponto de levar-me deu uma volta à minha cabeça, desarrumando as memórias e voltando a arrumá-las por outra ordem e poderá ter sido, também ela, a responsável por este insólito sonho. Infelizmente, ficará sem resposta a pergunta: “Porquê?” Paciência, não se pode ter tudo e os doutores da academia têm com certeza mais que fazer que ler esta página.

 

Meto-lhe um Processo!!!

Contando vantagens…

o paraíso dos contraventores!!!

Sai pra lá!!!

Chegando antes…..

Assim caminha a barbaridade!!!

Até acertar!!!

Alegorias…..

Coitadinho do seu Kadaffi….

Porque as mulheres amam os Homens!!!

Ah!!! As mulheres de trinta!!!

Pai????Já??????

A Lei da Selva!!!

Quem aguenta?….

O cheiro não passa….

Dia da mulher internacional!!!

Bicho de verdade nas escolas de samba?

Ser Evoluido!!!

Provérbios Provisórios 7

Eu ovo tudo o que o povo fala!!!

São…glub…glub…glub…Paulo

Provérbios Provisórios 6

Corte orçamentário!!!!

Provérbios Provisórios 5

Hilda Hilst, a emoção da vida em poemas….

Se eu disser que vi um pássaro
Sobre o teu sexo, deverias crer?
E se não for verdade, em nada mudará o Universo.
Se eu disser que o desejo é Eternidade
Porque o instante arde interminável
Deverias crer? E se não for verdade
Tantos o disseram que talvez possa ser.
No desejo nos vêm sofomanias, adornos
Impudência, pejo. E agora digo que há um pássaro
Voando sobre o Tejo. Por que não posso
Pontilhar de inocência e poesia
Ossos, sangue, carne, o agora
E tudo isso em nós que se fará disforme?

Existe a noite, e existe o breu.
Noite é o velado coração de Deus
Esse que por pudor não mais procuro.
Breu é quando tu te afastas ou dizes
Que viajas, e um sol de gelo
Petrifica-me a cara e desobriga-me
De fidelidade e de conjura. O desejo
Esse da carne, a mim não me faz medo.
Assim como me veio, também não me avassala.
Sabes por quê? Lutei com Aquele.
E dele também não fui lacaia.