Arquivo do mês: setembro 2008

Marketing Ecológico

Políticos? Eu Acredito!!!

Numa noite escura, voltando de uma carreata pelo interior,

um ônibus, lotado de políticos sai da pista, capota duas

vezes e cai numa fazenda.

O fazendeiro acorda assustado e vai ver o que aconteceu.

Ao se deparar com aquela terrível visão, rapidamente começa

a cavar um buraco, onde enterra os corpos.

Alguns dias depois, um investigador bate a sua porta e faz

várias perguntas sobre o acidente.

– E onde estão os políticos?

– Eu enterrei eles naquela cova ali!

– Mas estavam todos mortos? – espanta-se o policial.

– Bem… alguns diziam que não… mas o senhor sabe

como político é mentiroso, né?

A Vida Imita a Arte

Soft Futebol Clube

Surrê

Máximas do Barão de Itararé

E Agora, José? E Agora, Você?

Renato Russo, uma letra( Acrilic On Canvas)

Preparei a minha tela
Com pedaços de lençóis que não chegamos a sujar
A armação fiz com madeira
Da janela do seu quarto
Do portão da sua casa
Fiz paleta e cavalete
E com lágrimas que não brincaram com você
Destilei óleo de linhaça
Da sua cama arranquei pedaços
Que talhei em estiletes de tamanhos diferentes
E fiz, então, pincéis com seus cabelos
Fiz carvão do baton que roubei de você
E com ele marquei dois pontos de fuga
E rabisquei meu horizonte

Mas os Ouvidos São os Mesmos….

O Seu Partido Está…Partido

Dropando o Papo

Surrê

pOLÍTICO tEM qUE iR oNDE O pOVO eSTÁ!!!

Máximas do barão de Itararé

Santo de Casa Faz Milagre?

Block Buster

Maior Abandonado

Arquiteto do Universo

A Insustentável Leveza do Ser…

Noé Pós Moderno

Revolução de 1932, fato histórico

Um dos mais importantes acontecimentos da história política brasileira ocorridos no Governo Provisório de Getúlio Vargas foi a Revolução Constitucionalista de 1932 desencadeada em São Paulo. Foram três meses de combate, que colocaram frente a frente nos campos de batalha forças rebeldes e forças legalistas. A revolta paulista alertou o governo de que era chegado o momento de pôr um fim ao caráter revolucionário do regime. Foi o que ocorreu em maio do ano seguinte, quando finalmente se realizaram as eleições para a Assembléia Nacional Constituinte, que iria preparar a Constituição de 1934.

Máximas do Barão de Itararé

Ode ao Gato, Artur da Távola

Nada é mais incômodo para a arrogância humana que o silencioso bastar-se dos gatos. O só pedir a quem amam. O só amar a quem os merece. O homem quer o bicho espojado, submisso, cheio de súplica, temor, reverência, obediência.O gato não satisfaz as necessidades doentias de amor.Só as saudáveis.

Já viu gato amestrado, de chapeuzinho ridículo, obedecendo às ordens de um pilantra que vive às custas dele? Não! Até o bondoso elefante veste saiote e dança valsa no circo. O leal cachorro no fundo compreende as agruras do dono e faz a gentileza de ganhar a vida por ele. O leão e o tigre se amesquinham na jaula. Gato não. Só aceita relação de independência e afeto. E como não cede ao homem, mesmo quando dele dependente, é chamado de traiçoeiro, egoísta, safado, espertalhão ou falso.

“Falso”, porque não aceita a nossa falsidade e só admite afeto com troca e respeito pela individualidade. O gato não gosta de alguém porque precisa gostar para se sentir melhor. Ele gosta pelo amor que lhe é próprio, que é dele e o dá se quiser.

O gato devolve ao homem a exata medida da relação que dele parte. Sábio, é esperto. O gato é zen. O gato é Tao. Conhece o segredo da não-ação que não é inação. Nada pede a quem não o quer. Exigente com quem o ama, mas só depois de muito se certificar. Não pede amor, mas se lhe dá, então o exige.

O gato não pede amor. Nem dele depende. Mas, quando o sente, é capaz de amar muito. Discretamente, porém, sem derramar-se. O gato é um italiano educado na Inglaterra. Sente como um italiano, mas se comporta como um lorde inglês.

Detalhe do texto de Artur da Távola

(03/01/36-09/05/08)

Anjo da Anunciação

Previsão do Tempo

Surrê

Novo Rico

Naufrago

Na Idade da Pedra 1

Na Idade da Pedra 2

Entenda a Política

Surrê

Máximas do Barão de Itararé

Botox Econômico

Pat Mallet, um cartum

Cartunista francês, pai do marcianinho, personagem

que fêz muito sucesso na década de 80!

Clarice Lispector, um texto (Correio Feminino)

Waimea Surf

Sou Dono do Meu Nariz….

Não Se Preocupe, Seja Feliz!!!

Máximas do Barão de Itararé

Tango, Espírito Latino

Similaridade….

São Francisco, uma oração

Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor;
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;
Onde houver discórdia, que eu leve a união;
Onde houver dúvida, que eu leve a fé;
Onde houver erro, que eu leve a verdade;
Onde houver desespero, que eu leve a esperança;
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Ó Mestre, Fazei que eu procure mais
Consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois, é dando que se recebe,
é perdoando que se é perdoado,
e é morrendo que se vive para a vida eterna.

Pro Buraco!!!!!!

Apertem o Cinto….

Máximas do Barão de Itararé

O Bem Amado

Tarsila do Amaral, um quadro (antropofagia)

  • 18861º de setembro. Nascimento, em Capivari, SP,                                                                   filha de José Estanislau do Amaral e Lydia Dias de Aguiar do Amaral.
  • 1906 – Casamento com André Teixeira Pinto.
  • 1926 – Exposição em Paris. Casa-se com Oswald de Andrade.
  • 1928, 11 de janeiro – Pinta o Abaporu (palavra indígena que significa “homem que come”)                  para dar de presente de aniversário a Oswald de Andrade.
  • 1933 – Pintura do quadro Operários. Dá início à pintura social no Brasil.
  • 1934 – Participação no 1º Salão Paulista de Belas Artes.
  • 1951 – Participação da I Bienal de São Paulo.
  • 1973, 17 de janeiro – Falecimento em São Paulo, SP

É Nóis na Fita

Vivian Benford, uma música (por aí)

Sobre Vivian Benford

Na estrada desde 99, já tendo tocado em casas como Teatro Odisséia, Circo Voador e Canecão, a frente das bandas Perdidos na Selva, banda de anos 80 que anima o Rio de Janeiro há 7 anos, e Clarim Diário, há 9 anos no circuito alternativo, Vivian está terminando seu CD solo, intitulado Jardim.

Com previsão de lançamento pra o final do ano, o CD conta com composições de Manoel Magalhães, Leo Paiva e Rodrigo EBA. Apostando ainda em novos talentos, quem assina a produção é Gustavo Krebs.